14 de outubro de 2015

morremos.
mas renascemos aqui!

4 de junho de 2014

senti o atravessar-me
- bala perdida
enquanto eu, multidão.

tão rápido
- eu nunca consegui explicar

você.

25 de janeiro de 2013


sobre você impressiona-me
esse viver em looping

voltas e voltas e voltas e

fazer refazer um circuito
de fórmula 1
ao redor do próprio umbigo


sobre você impressiona-me
o não-rompimento, uma continuidade
nadar com uma âncora presa ao pescoço


sobre você impressiona-me
o não ter fim.
nota no Estadão, sobre a Soul Kitchen.



vamos?