17 de dezembro de 2008

Ela mesma, a Poesia

é despertar e enxergar além de o ou a
visão audição olfato tato paladar.
entregar-se para o sentir e perceber.
a Poesia é aprofundar-se
e procurar em si palavras
e substitui-las substitui-las substitui-las
perdê-las e insistir em
re e construir até que
perfeitamente.
e cuspir sem silêncio o que
cuspir sem silêncio
e não implorar ouvintes
mas quando
seduzir e penetrar e abusar.
a Poesia é acariciar
o sofrimento em não esquecer
a obrigação de unir-versos.

2 comentários:

Stephanie disse...

a Ana C. dizia que um livro de poesias era "uma exercício de sedução estética" - e 'esse acariciar o sofrimento em não esquecer' me parece bem por aí

=)
beijos

Espírito Livre disse...

A poesia é Lubi escrevendo.