5 de junho de 2010

andança

quando você disse

reparar e detalhou
perfeitamente
o meu andar:

pernas esticadas &
mãos na cintura
o corpo branco,

o som dos passos
ecoando pelo nosso quarto até
o meu parar a centímetros do seu rosto

eu só escutei o seu
amor.

15 comentários:

Aline Dias disse...

oooun!

Grasi disse...

Gostei :)
Bjão e um ótimo sábado.

Naná disse...

Lindo! *.*



Adoro esse blog!





bjos

geo. disse...

que coisa bonita. que coisa!

beijo lubi :*

Suelen Braga disse...

Uns reparam, outros escutam...Tantas vertentes de amor...tantas formas de percebê-los...

O Amor é sempre lindo
Beijos
Seguindo =*

tracosdenanquim disse...

Bom... eu escuto, eu sinto o cheiro. eu sinto o calor que eu preciso que só emana da pele dele... mas sinto isso só.

Stephanie disse...

é tão doce quando alguém flagra detalhes dos quais nos mesmas não nos damos conta porque não percebemos quando estamos sendo.


beijo

tracosdenanquim disse...

LIndo... imaginei a cena.. imaginei comigo...

Ruth disse...

Admirável sua intimidade com as palavras!

Artemis disse...

Você me deixa, sempre, com o coração na boca! E eu fico aqui, só imaginando como é ter tanto jeito com as letras...

geo. disse...

até eu to escutando o seu amor daqui (e estou adorando).

mais amor, por favor.

beijo.

Renata (impermeável a) disse...

que delicia.......

Grasi disse...

Passadinha super rápida p/ te desejar uma noite de terça super iluminada :)
Onde andas?? Tá sumida...
Bjão.

Bruno disse...

Lubi, eu sou um fiasco, um péssimo comentarista de poesia, nunca sei o que dizer, mas queria que você soubesse que toda vez que eu visito aqui, sinto alguma coisa. Nunca fecho a janelinha me sentindo do jeito como me sentia antes de digitar o endereço do blog.

E queria dizer "obrigado" por isso.

Bruniuhhh disse...

Achei muito lindo.
*-*