30 de setembro de 2010

quando uma amiga querida viu uma foto sua. ela exclamou 'que diferente'. ficou silêncio de alguns segundos até ela compeltar 'forte, todo tatuado'.

quando eu te contei que iria viajar com um amigo. você perguntou como ele era e depois da minha descrição, 'eu não sou intelectual, por que você se apaixonou?'. por tantas tantas coisas.

quando fomos ao supermercado. passávamos pelos corredores e as pessoas nos seguiam com o olhar.

dois anos e meio. me cansei dessas nossas diferenças. me cansei de não te encontrar nos lugares onde eu gosto de estar.

4 comentários:

Patricia Cardoso disse...

então casa logo, uai!

Tássia Karl disse...

Tão lindo

Rayanne disse...

bonita. eu sei como.
ficam aquelas reticências incômodas no final.

Amo.

**Estrelas**

Artemis disse...

Constato sempre nossas similaridades. As situações que nenhuma de nós duas devia passar, os sentimentos que não deviamos sentir... Isso é estranho, e as vezes é reconfortante. Seis anos, Lubi. E ainda não decidi que não o quero, mesmo sabendo que não quero mais.