24 de abril de 2011

campo minado

estar com você é o mesmo perigo de caminhar sobre um campo mimado. o mesmo cuidado.
como prever quando não haverá mais o próximo instante, o próximo passo? não há essa possibilidade.
os atos são uma respiração ofegante, pernas flexionadas e mãos fechadas, esperando o susto. a explosão.

2 comentários:

JasonJr. disse...

Você entra na fachada do meu céuzinho querida! Bjos!

Felicidade Clandestina disse...

prefiro não arriscar mais.
sai desse campo.