28 de julho de 2011

eu mergulhei e você ficou no mar

se eu me entrego ao mar
                consiste em coragem?

não ter boias

e ainda assim ir até onde a água alcança o peito
                tentativa apagar o vulcão em mim

quando temo ter acostumado-me ao
                embaraço
               
                                dos nossos corpos:

as mãos os pés as ideias

tão plural

esses nossos singulares


desejo, de repente, estar você o sal na minha pele
                                apenas o sal

quando temo

me desvencilho das ondas

o seu resto fica no mar.

18 de julho de 2011

não notei quando me furtei.

amor foi embora, mas
..........pode devolver minhas palavras?

12 de julho de 2011

grãos de beleza


estou apaixonando-me
                repetidamente
pelas pequenas coisas

em você.

diria: coração em loop.

grains de beauté nas suas costas
                que eu não enxerguei antes dos fins

novos caminhos
                para minhas mãos minha língua

para eu chegar em casa.


* precisei repostar, o momento.